Cadeia de suprimentos inteligente: entenda aqui este novo conceito e seus benefícios

A eficiência operacional de uma empresa está ligada diretamente a sua capacidade de suprir demandas internas com rapidez e qualidade.


Você já ouviu falar sobre cadeia de suprimentos inteligente? A eficiência operacional de uma empresa está ligada diretamente a sua capacidade de suprir demandas internas com rapidez e qualidade.


Ao buscar modernizar a cadeia de suprimentos, é possível melhorar a sua gestão e impor maior transparência e visibilidade aos processos, permitindo uma identificação de erros e correção mais ágil.


Meu objetivo com este artigo é mostrar um pouco do conceito de cadeia de suprimentos inteligente e todos os pontos que abrangem o tema. Confira!


O que é a cadeia de suprimentos inteligente


Podemos conceituar a cadeia de suprimentos inteligente como uma metodologia de junção de esforços voltada para a antecipação de demandas e precisão sobre as necessidades que impactam diretamente a eficiência da empresa.


A ideia geral é garantir que a organização possa lidar com suas demandas de materiais e serviços de forma inteligente e eficiente, garantindo que tudo seja suprido de acordo com as oscilações de demanda interna, proporcionando uma rápida resposta.


Por exemplo, dentro de uma fábrica de sorvetes, em alguns momentos pode ser necessário um maior nível de matéria-prima que em outros, uma cadeia de suprimentos inteligente provê tal demanda garantindo que não haja um estoque desnecessário de material.


Ou seja, por meio de uma cadeia de suprimentos inteligente evita-se qualquer descompasso de produção, que possa vir a ocasionar a falta ou excesso de algum material ou insumo e com isso desperdícios ou atrasos.

Ao compreendermos isso podemos perceber que esse conceito é muito importante para a gestão eficiente de uma empresa e para a sua competitividade no mercado.


Quais os seus principais elementos


Para por em prática o conceito de cadeia de suprimentos inteligente, é preciso investir em tecnologia, uma vez que as ferramentas digitais se mostram, cada vez mais, aliadas fundamentais da gestão de precisão. Entre os elementos que se destacam dentro desse conceitos temos.


IoT

A Internet das Coisas não é um conceito novo, mas com a evolução da tecnologia pode ser plenamente aplicado atualmente. Seu conceito é muito simples, por meio de sensores instalados nos mais diversos maquinários da empresa, é possível monitorar qualquer demanda em tempo real.

A comunicação é feita pela internet ou por uma rede interna, permitindo que o gestor visualize uma grande gama de informações como erros, demanda por material, desempenho geral e outros pontos fundamentais para o gerenciamento de precisão.


RFID

A tecnologia de RFID, Radio Frequency Identification, é um mecanismo de identificação por meio de etiquetas que podem ser lidas por um hardware específico e tem como principal objetivo a leitura e controle de tudo que entra e sai de uma fábrica, permitindo uma maior rastreabilidade.


Dentro de um conceito de cadeia de suprimentos inteligente, essa tecnologia é fundamental para que possamos ter um maior controle sobre insumos, matérias-primas e até mesmo os produtos finalizados, garantindo um controle de qualidade mais eficaz.


Por fim, encerro este artigo na expectativa de ter elucidado o tema “cadeia de suprimentos inteligente” e tirado algumas de suas principais dúvidas.


Fonte: Portal Cimm - Indústria 4.0

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

RONEMAK

®

Tel.: +55 (15) 3363-9393   /   Fax: +55 (15) 3363-9397

Tel. alternativos: +55 (15) 3263-5393 / 3263-5316

  • YouTube Social  Icon
  • Blogger Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Google+ Social Icon

Rua das Indústrias, 65, Boituva, SP 18556-322

vendas@ronemak.ind.br

© 2016 Ronemak Máquinas Operatrizes. Todos os direitos reservados.