Moura e Eletra produzirão 1º ônibus elétrico 100% brasileiro

Uma parceria oficializada no último dia 21 de fevereiro entre a Eletra, o Grupo Moura e a norte-americana Xalt Energy deverá viabilizar a produção do primeiro ônibus elétrico 100% fabricado no Brasil.

 

O acordo envolve, respectivamente, a empresa referência em transporte público sustentável no país, a líder em vendas de baterias na América do Sul e uma companhia altamente especializada em soluções de armazenamento de energia para veículos pesados de grande porte.

 

O projeto prevê a apresentação do novo modelo ao mercado até meados deste ano. Juntamente com este ônibus 100% elétrico, será também desenvolvido pelas três companhias um inédito modelo elétrico-híbrido.

 

Será uma junção de competências. Um dos grandes diferenciais da tecnologia desenvolvida pela Eletra é a padronização do sistema de tração elétrica dos modelos híbrido e elétrico puro, e a flexibilidade para somar, isolar ou substituir fontes de energia distintas no mesmo ônibus.

 

Já a Moura mantém intercâmbio tecnológico com a Xalt há cerca de um ano, com o foco na adaptação dos produtos fabricados pela empresa dos Estados Unidos para o mercado sul-americano. A empresa também pretende inciiar a produção local, assim que a demanda interna justificar os investimentos.

 

“Seremos responsáveis por avaliar o desempenho das baterias de acordo com nossas condições climáticas e a demanda por energia segundo o perfil de mobilidade das grandes cidades brasileiras”, diz o diretor geral da Divisão de Lítio e diretor de Logística e Suprimentos da Moura, Fernando Castelão.

 

Segundo ele, a empresa também disponibilizará sua rede de distribuição, o know-how em logística reversa, assistência técnica, serviços de pós-venda e conexões com os fornecedores da cadeia produtiva.

 

No veículo elétrico puro, a energia para o sistema é proveniente de um conjunto de baterias de lítio, interligadas em série e em paralelo. Já no modelo elétrico-híbrido, a energia vem destas baterias e do grupo motor-gerador, que, somados ou individualmente, alimentam o sistema de tração. Mas nos dois modelos apenas o motor elétrico traciona o veículo.

 

O modelo elétrico puro apresenta autonomia de aproximadamente 200 km. O elétrico-híbrido pode operar no modo elétrico puro (com grupo motor-gerador desligado) por até 30 km.

 

Fonte: Revista Usinagem Brasil

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Aviso - Recesso de final de ano...

December 4, 2019

1/3
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo