Sem operador, carregadeira anda em labirinto de vidro

September 24, 2018

 

Os veículos autônomos, capazes de se movimentar sem contar com um condutor humano, são uma absoluta novidade para a maioria das pessoas. Não para a Sandvik rock and Mining que há mais de duas décadas conta com carregadeiras e caminhões automatizados trabalhando em minas - com zero acidentes envolvendo pessoas. Para provar sua capacidade e testar sua mais recente geração de automação (AutoMine), a empresa criou um ambiente inusitado para a realização de um teste: um labirinto de vidro.

 

Neste ambiente, uma carregadeira Sandvik LH514 de 11 metros de comprimento passeia, sem nenhum operador. Vale lembrar que o vidro é um material muito diferente dos comumente encontrados nas minas para as quais os sensores a laser foram projetados. Ainda assim, o sistema que equipa a carregadeira detecta até mesmo a mais frágil barreira e manobra por seus estreitos corredores.

 

Para provar que essa façanha é real, o CEO do Grupo Sandvik, Björn Rosengren, assume a operação do equipamento ao final e destrói o labirinto de vidro. A empresa disponibilizou um vídeo no Youtube e que pode ser visto Clicando Aqui

 

“As carregadeiras automatizadas da Sandvik são utilizadas há mais de 20 anos, com mais de 2 milhões de horas de operação em minas subterrâneas”, destaca Jouni Koppanen, engenheiro de Sistemas para Automação da Sandvik Mining and Rock Technology. “Sistemas autônomos melhoram a segurança e a produtividade de nossos clientes. Pela primeira vez, todo o ciclo pode ser automatizado, desde o carregamento até o transporte e o descarregamento. Ninguém nunca foi capaz de fazer isso antes.”

Para Rosengren, o teste do labirinto de vidro foi, obviamente, um dia especial no trabalho. A façanha única também demonstra a visão da Sandvik sobre inovação: não é um ambiente de operação tradicional para uma carregadeira, mas é esse tipo de pensamento não convencional que faz com que a Sandvik permaneça na vanguarda de tecnologias como a automação, destaca o especialista.

 

 

O sistema AutoMine permite que as carregadeiras e caminhões da Sandvik aprendam a rota mais segura e eficiente na primeira vez que entram em uma mina. Guiado por um conjunto de lasers, o sistema inteligente do equipamento mapeia e registra um caminho. Os algoritmos patenteados da Sandvik, juntamente com seus sensores e giroscópios, garantem que a máquina saiba aonde ir no subsolo, mesmo onde o GPS não funciona.

 

“Algumas das tecnologias atuais mais sofisticadas podem ser encontradas nas diferentes Áreas de Negócios da Sandvik”, afirma Rosengren. “Sempre trabalhamos em estreita colaboração com nossos clientes para desenvolver novos produtos e tecnologias. No futuro, vemos claramente a digitalização como uma área chave. Isso nos ajudará - e também a nossos clientes - a ser mais produtivos, eficientes e sustentáveis.”

 

Fatos e números sobre o Labirinto de Vidro:

 

Tamanho: 30 x 58 m

 

Nº de paredes de vidro: 589 lâminas de vidro, cada uma com 2,8 m x 0,60 cm (todas recicladas após as filmagens)

 

Local: Estaleiro Arctech Helsinki em Helsinque, Finlândia.

 

A empresa também realizou um documentário sobre o projeto que pode ser visto Clicando Aqui

 

Sobre a Sandvik Mining and Rock Technology - A Sandvik Mining and Rock Technology é uma Área de Negócios do Grupo Sandvik e uma fornecedora líder global de equipamentos e ferramentas, serviços e soluções técnicas para as indústrias de mineração e construção. As suas áreas de aplicação incluem perfuração de rochas, corte de rochas, britagem e peneiramento, carregamento e transporte, abertura de túneis, exploração de pedreiras e quebra e desmonte. Contando com 15 mil funcionários no mundo, a empresa fatura cerca de 37 bilhões de coroas suecas (US$ 4,15 bilhões) em 2017.

 

 

Fonte: Revista Usinagem Brasil

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Comunicado - Recesso de final de ano!

November 20, 2018

1/5
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo